Amazônia, sim! Bolsonaro não!

Hoje é dia mundial da Amazônia. Vamos entender a importância desse Bioma para os brasileiros e para o planeta: comemorar, defender e nos manifestar contra o genocídio dos povos da floresta!

A Amazônia é um bioma, ou seja, um conjunto de vida, que habita quase 50% do território nacional. É a maior floresta tropical do mundo e possui também a maior biodiversidade. Presente em sete países, no Brasil encontraremos 63% do seu território atual.

Além de sua riqueza natural ela presta importantes serviços ecossistêmicos, ou seja, ela colabora com o planeta não só por abrigar uma grande quantidade e diversidade de seres de diferentes espécies, culturas, povos e comunidades tradicionais, como também ela garante a estabilidade do clima em todo o planeta.

Apesar de sua inegável importância, esta floresta está ameaçada. No Brasil, em especial, vivemos tempos sombrios, com uma ação incansável dos que querem invadir o território para reproduzir uma economia altamente destruidora que também atropela os direitos humanos.

Recente pesquisa divulgada no dia 27 de agosto de 2020, mostrou que atualmente 83% da população brasileira está insatisfeita com o trato que dispensamos à Amazônia. Em uma pergunta aberta, sobre qual sentimento a Amazônia provoca, as respostas foram tristeza (24%), seguido por indignação (17%), esperança (17%) e medo (11%).

O que deveria ser motivo de orgulho aos brasileiros, após anos de sucesso no combate ao desmatamento, reconhecimento internacional pela preservação da sua biodiversidade e combate à mudança climática, a Amazônia agora é motivo de tristeza, indignação e medo para a população brasileira.

O que está acontecendo hoje na Amazônia é um genocídio! “O Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais – INPE detectou um aumento de 27.9% nas queimadas em relação ao mesmo mês em 2019 na Amazônia”. Como sabemos, as queimadas são o passo dado logo após a extração ilegal de madeira. Em seguida o grileiro coloca o gado e ocupa de vez as terras “devolutas”. Isso feito é só aguardar o contexto político “favorável” para ser anistiado e conseguir a documentação definitiva de posse.

Nesse cenário de violências e ilegalidades encontraremos ainda os povos indígenas que estão passando por um dos momentos recentes mais críticos para a manutenção e reprodução de suas vidas e culturas. A série Manacá (realizada pela parceria entre APIB e Mídia Ninja) vem cumprindo um papel importante na denúncia e divulgação de todas essas violações, agravadas ainda mais pela atual pandemia da COVID-19.

O que está acontecendo? Estão aproveitando a pandemia para “passar a boiada” na Amazônia como propôs o próprio Ministro do Meio Ambiente no início desse ano?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: