Semeadura direta por meio de muvuca de sementes é usada pela primeira vez em Cunha-SP.

Nesse início de 2021, a SerrAcima está atuando em parceria com a Iniciativa Caminhos da Semente, para promover a restauração de 1 ha de Mata Atlântica por meio da semeadura direta, também conhecida por muvuca de sementes. Essa experiência faz parte do Projeto de Pesquisa FAPESP 2018/17044-4/Conexão Mata Atlântica, que tem como objetivo avaliar o crescimento de espécies florestais.

2021 dá início a década da restauração ecológica.

 A Assembleia Geral da Organização das Nações Unidades (ONU), proclamou  2021-2030 a década da restauração ecológica. A restauração ecológica é o processo de restabelecimento de ecossistemas degradados. Ela contribui ao mesmo tempo com diversos objetivos globais da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável, como a conservação da biodiversidade e da vida terrestre e, contra aContinuar lendo “2021 dá início a década da restauração ecológica.”

Atenção, formigas trabalhando! Pesquisa divulga a ciência e chama a atenção para a conservação de formigas.

Muitas pessoas veem as formigas como praga, um erro que levou a doutoranda Mariana Rabelo, que desenvolve pesquisa em Ecologia Aplicada na Universidade Federal de Lavras (UFLA) , a buscar desmistificar a aversão e a desinformação sobre o inseto. Assim, nasceu o Projeto “Formigas em Ação”, coordenado por ela com a colaboração da professora Carla Rodrigues Ribas, responsável pelo Laboratório de Ecologia de Formigas da Universidade. O futuro com floresta fez uma entrevista exclusiva com a Mariana. Confira!

Manejo sustentável do palmito juçara. “Eco esperança baseada no princípio da economia regenerativa”

O palmito juçara (Euterpe edulis) é uma palmeira nativa da Mata Atlântica. Essa espécie entrou em extinção e agora está sendo resgatada e preservada por meio de uma mudança de paradigma. Trata-se de agricultores familiares que outrora extraíam o palmito, matando a planta e hoje colhem os seus frutos, que após processados, as suas sementesContinuar lendo “Manejo sustentável do palmito juçara. “Eco esperança baseada no princípio da economia regenerativa””

Adubação verde para recuperar solos ácidos e degradados com samambaias do campo

                Nos solos tropicais, quando degradados, é comum encontrar um pH ácido e isso requer um esforço para melhorar as condições do solo antes do plantio agrícola ou do reflorestamento. Nas regiões da Mata Atlântica em que atuamos é comum encontrar solos degradados com a predominância de uma planta conhecida como samambaia das taperas ouContinuar lendo “Adubação verde para recuperar solos ácidos e degradados com samambaias do campo”

Dia nacional da Agroecologia: nossa homenagem também vai para Ana Primavesi.

O dia nacional da Agroecologia é comemorado no Brasil sempre no dia 3 outubro. Essa data foi escolhida pelo Congresso Nacional em janeiro de 2018 em comemoração e homenagem à Ana Maria Primavesi que nasceu em 3 de outubro de 1920. Primavesi segue sendo estudada e homenageada Brasil afora, por ter espalhado muitas sementes daContinuar lendo “Dia nacional da Agroecologia: nossa homenagem também vai para Ana Primavesi.”

“A chuva vai apagar o fogo, mas não a destruição”, diz Claudia Sala de Pinho, representante das comunidades tradicionais Pantaneiras.

Em entrevista exclusiva para o Futuro com floresta, realizada dia 18/09/2020, Cláudia Sala de Pinho falou sobre os atuais incêndios florestais no Pantanal e sobre como as comunidades tradicionais estão sendo impactadas nesse cenário. O Pantanal teve até o momento quase 20% do seu território queimado após a pior seca no bioma nos últimos 50Continuar lendo ““A chuva vai apagar o fogo, mas não a destruição”, diz Claudia Sala de Pinho, representante das comunidades tradicionais Pantaneiras.”

Brasil está em chamas! E assim vai passando a boiada anunciada pelo governo Bolsonaro.

O que está acontecendo no Pantanal não é um acidente! Há vários meses estamos acompanhando a destruição de refúgios de animais silvestres, de áreas imensas de floresta sendo queimadas, unidades de conservação e terras indígenas sendo fortemente impactadas e de críticas, internas e externas, cada vez mais contundentes sendo ignoradas quando não ridicularizadas pelos responsáveis.Continuar lendo “Brasil está em chamas! E assim vai passando a boiada anunciada pelo governo Bolsonaro.”

Em defesa da Educação do Campo

      Hoje, (12/09) faz um mês do início da ação de despejo do Acampamento Quilombo Campo Grande. Tão grave e criminosa foi a destruição da Escola Popular Eduardo Galeano, espaço comunitário de formação da infância e da juventude do campo que funcionava no Acampamento. Há 20 anos a área era habitada e cultivada por 450Continuar lendo “Em defesa da Educação do Campo”

Amazônia, sim! Bolsonaro não!

Hoje é dia mundial da Amazônia. Vamos entender a importância desse Bioma para os brasileiros e para o planeta: comemorar, defender e nos manifestar contra o genocídio dos povos da floresta! A Amazônia é um bioma, ou seja, um conjunto de vida, que habita quase 50% do território nacional. É a maior floresta tropical doContinuar lendo “Amazônia, sim! Bolsonaro não!”